Publicado em

ANGO-REAL FAZ “DOBRADINHA”

Sharing is caring!

Patrona da Fundação Lwini, Ana Paula dos Santos, entrega troféu ao capitão dos campeões - Foto: MCamões

Não foi fácil para a Ango-Real - Foto: MCamões

Após tê-lo feito em 2016, a Ango-Real conquistou pela segunda vez consecutiva a Taça Lwini em basquetebol em cadeira de rodas, mercê do triunfo domingo, em Luanda, sobre o Misto de Cabinda, por 38-36.

Em jogo disputado no pavilhão principal da Cidadela Desportiva, com a presença da patrona da Fundação Lwini, Ana Paula dos Santos, o campeão vencia já ao intervalo por 29-19, ou seja, por dez pontos de diferença.

Equilibrado foi assim que decorreu o jogo ao longo dos 40 minutos, com a placar a oscilar entre uma ou meia dezena de pontos sempre favoráveis à equipa liderada por Moniz Marques, que recentemente conduziu a selecção nacional ao 5º lugar do torneio africano, disputado em Durban (África do Sul).

O fim da partida foi dramático. A perder por oito pontos de diferença, Cabinda superou-se e num ápice encurtou a desvantagem para escassos dois pontos (38-36), resultado com que terminou a contenda.

O equilíbrio no resultado entre estes dois contendores não é de hoje. Por exemplo, em Novembro último, no campeonato nacional em Benguela se defrontaram na última jornada e a equipa da Ango-Real também venceu à tangente (52-51).

Na disputa para o terceiro lugar, Amigos do Cuanza Norte derrotou, no mesmo recinto, a similar do Uíge (49-45).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *