Publicado em

BASQUETEBOL COM DUPLA DERROTA

Sharing is caring!

Durban - A selecção nacional de basquetebol em cadeira de rodas averbou duas derrotas neste domingo, uma imprevisível com o Zimbabwe e outra previsível diante da Argélia, na sua estreia no torneio africano que decorre desde sábado em Durban, África do Sul.

Em partida inaugural para Angola, disputada no pavilhão Tongaat Indoor Sports Center, o Zimbabwe superou expectativas ao vencer, por 64-30, num jogo de cautelas por o seu cinco inicial evoluir há oito anos na África do Sul.

Apesar deste dado, no histórico dos confrontos entre os contendores não há registro de triunfo dos zimbabueanos ao menos na última década, pelo que a vitória por 34 pontos de diferença é imprevisível.

Já a derrota das 19 horas (mais uma que em Angola) diante da Argélia, por 76-29, acaba por ser previsível dada a superioridade do adversário, tido como o principal favorito à conquista do evento que apura o primeiro classificado ao campeonato do mundo "Alemanha'2018".

Mesmo com a diferença de 47 pontos, ainda assim, a selecção nacional jogou melhor neste segundo encontro do dia, mostrando-se bem mais solta nos movimentos quer ofensivos como defensivos.

Nesta segunda-feira (20), o combinado nacional defronta a anfitriã África do Sul, no último jogo do terceiro dia da competição em ambos os sexos. O oponente também perdeu os dois confrontos que disputou, designadamente, com o Marrocos (41-68) e contra o Egipto (35-70).

Antes jogam: África do Sul/Quénia (9h), Zimbabwe/Quénia (em feminino às 11h), Zimbabwe/Marrocos (13h), Argélia/Egipto (15h) e África do Sul/Argélia (feminino às 17h).

O evento continental disputa-se nesta primeira fase em sistema de todos contra todos. O calendário prevê jornadas duplas alternadas para cada uma das sete selecções presentes em masculinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *